Esta plataforma utiliza cookies de terceiros para melhorar a experiência do utilizador e os serviços que prestamos. Ao continuar a navegar, consideramos que aceita a sua utilização.

Seminário apresenta novidades na robótica e nos cinco eixos

Voltar à listagem

'A Indústria de Moldes 4.0 – Robótica e 5 Eixos' foi o primeiro de um conjunto de cinco seminários técnicos que a CEFAMOL promove este mês de novembro e que decorrem no Centro Empresarial da Marinha Grande, na Zona Industrial desta cidade.

 

Com uma plateia composta por cerca de oito dezenas de profissionais da indústria de moldes, Francisco Neves, da DNC Técnica, explicou neste primeiro seminário que a empresa procura, "ser o padrão e referência no mercado", seja na assistência técnica, seja na apresentação de soluções.

 

E foi uma destas soluções, integrada no âmbito da sua visão da 'Indústria 4.0', que a DNC apresentou: uma nova plataforma, por módulos, que pode ser aplicada 'à medida' de cada empresa, apoiando a gestão, integrando todo o processo produtivo. Com isto, reduz significativamente o tempo de produção e os erros no processo.

 

Vítor Pires, do departamento de Automação e Robótica da DNC, explicou que a nova solução se insere na 'Indústria 4.0' porque "é uma inovação que permite a facilidade da troca de informação dos processos. Possibilita tornar os mesmos o mais autónomos possível, colocando os equipamentos a 'falar' uns com os outros sem haver necessidade dos colaboradores andarem à procura da informação onde ela está, que é o que acontece, normalmente, na generalidade das empresas".

 

Apesar das vantagens evidentes da nova solução, Vítor Pires considera que "o processo de mudança nunca é fácil. Ainda há resistência grande no sector porque a indústria sempre se viu como uma indústria de protótipos". 

 

"É uma evidência que as peças são diferentes, mas não deixam de ser peças. O que muda é a forma; o conteúdo é o mesmo e, por isso, existe a possibilidade de automação nestas áreas", sublinha, lembrando que "tem sido uma resistência muito grande para algumas empresas começar a apostar na parte de 'robots' mas o que é certo é que já temos vários exemplos de uma aposta deste tipo. Houve empresas que começaram, de forma pioneira, a investir nessas áreas e hoje são exemplos de sucesso, de topo e de referência".

 

A plataforma da DNC surgiu este ano e está, agora, na fase de apresentação às empresas da indústria de moldes. É uma ferramenta que "está sempre em desenvolvimento, de forma a ajustar-se às necessidades de cada empresa", conta ainda, frisando que, neste momento, está a ser comercializada no mercado nacional mas, através de parceiros de outras áreas, chegou já a Espanha de onde tem surgido algum interesse e solicitações. Em Portugal, algumas empresas têm já a solução a funcionar e os resultados têm sido "muito bons", diz ainda.

 

O seminário contou ainda com a presença da Kern, empresa alemã produtora de máquinas. Didier Gony, responsável pela área comercial, apresentou algumas das potencialidades e a alta precisão das máquinas, quer de três, quer de cinco eixos, destacando o último modelo da marca, lançado este ano que, entre outras características, possui um sistema de barramentos hidroestáticos e permite ganhos significativos no que diz respeito a desgaste, energia, rapidez na troca de ferramentas e longevidade das ferramentas.

 

Agenda